7 lições para melhorar sua relação nas Redes Sociais

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+

social-dry-erase Muitas das minhas dicas aqui são para blogs ou blogueiros, mas nesse artigo quero tratar de forma bem objetiva sobre como usar de forma eficiente as redes-sociais para ampliar suas relações pessoais. Há uma infinidade de comunidades, grupos, fóruns, redes-sociais específicas como o Facebokk, Twitter, Orkut, sem contar o e-mail e agora o Google Wave. Saber usar esses recursos para contatar alguém ou como forma de ampliar seu “Networking” (rede de trabalho), e até mesmo como forma de ampliar suas relações, é fundamental e poucos têm as habilidades certas. Por isso, fica algumas dicas.

Fazer download do e-book Como Ganhar Dinheiro com Blog

1. Encontre o canal preferido daquela pessoa.

Quando quiser entrar em contato com alguém pela internet, não o faça de qualquer maneira, especialmente se você não a conhece e não é do seu círculo de amizade ou familiar. Essa sugestão é especialmente importante para os contatos profissionais. A forma mais direta é sempre o e-mail e o use preferencialmente quando a pessoa em questão lhe deu o e-mail para um contato.

icone-networkMas se você precisar procurar a forma de contato, faça uma pesquisa antes. Essa pesquisa fica mais fácil se a pessoa tem um blog ou site pessoal. Lá você poderá encontrar mais detalhes de qual a sua forma preferida ou mais usada para contatos. Veja quais redes sociais ela usa e dá destaque: se for o Twitter, veja quando foi suas ultimas atualizações, se responde as pessoas por lá ou se é apenas um canal de divulgações. Procure por formulários de contato e outros sistemas. Identificada a preferência, então use esse meio.

Lição: Vá onde a pessoa está!

2. Diga apenas o necessário.

Estamos a era da comunicação imediata e estamos cada vez mais expostos a mais e mais pessoas, recebendo informações de todos os lados. Um dos erros mais comuns são pessoas que enviam e-mails intermináveis, mensagens e contatos demasiado carregados e que falam mais do que se precisa contar, exigindo muita atenção (quase uma explosão de carência cibernética). Pense em sua atitude ao ler e-mails: você e-mails que lhe tomariam 5 minutos?

Por isso o Twitter tem se tronado a plataforma preferida de muitas pessoas, justamente por sua brevidade e objetividade. Mas tem gente que não entende isso e insiste em enviar seguidos tweets, dezenas deles para dizer algo e querer atenção ou contato. Se você quer entrar em contato com alguém e quer dizer algo que precise de 700 palavras, tente resumir para apenas 50 no primeiro contato e dê a chance da outra pessoa se interessar/querer retornar. Nunca diga mais do que o necessário.

Lição: Menos é melhor.

3. Não espere respostas.

Uma das coisas mais chatas que tem são e-mails e contatos que terminam com algo assim “Por favor responda”, “Espero sua resposta”, “Entre em contato, por favor” e similares, quase implorando ou exigindo que o outro responda. Muita gente ainda reclama que nunca recebe respostas de alguém e não tem sua demanda atendida. O fato é que muita gente não consegue e não tem tempo de responder todos os contatos que recebe, seja por e-mail ou outras redes-sociais.

Volto a repetir, estamos sobrecarregados de informação e contatos e nem conseguimos estar presentes em todas as redes sociais. Há também contatos que gostaríamos de responder com “Não estou interessado”, “Já respondi isso antes”, “Não trabalho para você” ou até forma mais deselegantes. Se quer abrir uma porta, não faça pressão e não se frustre com respostas negativas ou a falta dela. Não precisa desistir do contato, mas tente rever sua abordagem.

Lição: Diga o que quer e seja paciente.

4. Diga diretamente o que deseja.

Além de não escrever de forma muito longa, a objetividade do contato está também no lugar em que se diz as coisas. Se quer convidar alguém para almoçar, para uma reunião ou para um encontro, seja o que for, diga isso logo nas primeiras linhas, no topo, no assunto do e-mail e dê a conhecer o motivo do contato logo de cara. Não fique de rodeios e meias palavras. Pode ser que você conquiste a simpatia dessa pessoa, justamente por ser direto. Explique seus motivos depois que disser o que deseja, assim seu contato terá a chance de se interessar pelo que você tem a dizer ou não.

Lição: Seja direto.

5. O que você quer não é o mais importante.

negociar Você pode entrar em contato com alguém por vários motivos e para atender algum necessidade sua. Mas comunicação vai além de apresentar projetos, fazer reuniões, conseguir uma entrevista de emprego ou vender algo. O que você realmente tem que querer é um contato autêntico, sincero e real. Esse é um ponto que muitos estão esquecendo, onde as relações humanas valem mais do que o dinheiro, o trabalho e as conquistas.

Se o seu foco for visando o relacionamento e o contato, ter sua demanda atendida, seu projeto analisado ou suas idéias ouvidas, será o processo natural do contato. Relacionar-se abre mais portas, desperta interesses e descobrem-se afinidades. Quando se criam laços, mesmo que de mero interesse, isso garantirá que seus próximos e-mails serão lidos com mais atenção.

Lição: Garanta que a porta esteja sempre aberta, despertando relacionamentos.

6. Não exagere em suas necessidades.

Quanto mais exagerado e desesperado você for em sua demanda, menores são as suas chances de ser atendido ou ouvido. Dizer/escrever coisas como “Eu realmente preciso falar com você”, “Preciso muito de sua resposta”, “Esta é a solução definitiva, que você precisa”, “Precisamos mesmo nos falar” isso só demonstra desespero e baixa auto-estima. Aprenda a lidar com as frustrações de não receber uma resposta, de não ter suas idéias e opiniões atendidas ou sua demanda providenciada.

Lição: Esteja aberto às situações adversas, auto-confiante e sem desesperos.

7. Dê espaço ao outro.

Quando alguém é abordado por outro solicitando algo, a primeira coisa que se pensa é: “Tenho tempo para isso? Quanto tempo vou desprender para atender essa pessoa e o que isso vai me favorecer?”. Então, mandar cente
nas de e-mails, vários Tweets e mensagens por dia não vão ajudar muito e não vão garantir uma resposta satisfatória para a sua tentativa de contato.

Dê espaço ao outro e dê espaço para a comunicação fluir de alguma forma, preferencialmente de forma natural e espontânea. Seja persistente, sem ser insistente e chato. Nem sempre a forma de comunicação mais imediata é a mais satisfatória e um tempo para pensar é fundamental para qualquer coisa. Dê-se um tempo para responder seus contatos também.

Lição: Evite contato contínuo/repetitivo e insistente.

Pois bem, essas são algumas dicas e sugestões que apresento para melhorarmos o uso das redes-sociais e das novas formas de comunicação. Você tem alguma outra sugestão e outras dicas, então deixe abaixo o seu comentário. Reveja alguns pontos importantes nos processos e usos das redes sociais digitais, aprenda a usar cada uma delas e descubra suas particularidades, o que é mais útil e eficiente nelas, para assim tirar o máximo de proveito do que há de novo.

Mais dicas importantes, leia:

Baseado em: 7 Lessons for Better Networking with Social Media.

7 Comentários

  1. Muito boas as dicas… Servem pra quase tudo na vida, em se tratando de relacionamento. Parabéns.

    Responder

  2. Discrição e discernimento.
    falar o necessário, sem sufocar a pessoa.
    Gostei muito.
    Vou aplicar isso também em casa. rsrs.
    bom dia.

    Responder

  3. Excelente.
    Tirou muito minha ansiedade, e passei a entender que não responder é um direito, o problema é da pessoa que não responde, a falta de educação também.
    Portanto imagino que é semelhantes voce pessoalmente ficar igual a uma matraca perguntando e o seu interlocutor mudo.
    Vou assinar várias coisas suas.
    Parabéns

    Responder

  4. Os artigos do Marcos Lemos são tão bons que a gente fica olhando toda pontuação para ver se está certa, rsrs. parabéns Marcos Lemos quando quizer saber de Futebol é só passar pelo Futebol Extensivo, abraço.

    Responder

  5. Pingback: 10 dicas para melhorar sua influência na blogosfera - [ Ferramentas Blog ] | [ Ferramentas Blog ]

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.