A evolução de um Blog em 6 meses: Estudo de caso

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Praticamente todos os blogueiros passam por várias fases no desenvolvimento de seus Blogs. Quero apresentar para vocês um estudo de caso bem detalhado, escrito pela Ana Lopes, que é Doutora em Ciência da Computação, baseado em sua própria experiência como blogueira que acaba de completar 6 meses de existência. Todos os passos que ela descreve refletem bem a realidade de todos nós e nos inspira a continuar trabalhando de forma profissional para atingir nossos objetivos.

Este é um Guest Post, escrito por Ana Lopes do Blog VideoAulas ByAna.

Há seis meses atrás o VideoAulas ByAna foi ao ar. Não era o meu primeiro blog, nem o segundo. Na verdade, eu já perdi a conta de quantos eu comecei. Mas o ByAna foi o primeiro que teve domínio próprio e, principalmente, o primeiro que sobreviveu aos primeiros 6 meses de vida. Mas “sobreviver” pode dar a impressão errada: o VideoAulas ByAna na verdade vai de vento em popa, já gera receita e tem grandes perspectivas de fincar definitivamente os pés na blogosfera brasileira.

A maior inspiração tinha acontecido dois ou três anos antes, quando eu descobri a Academia Khan. Foi como “ver a luz”: eu fiquei tão empolgada que não me contive e comprei uma mesinha digitalizadora.

Mas só alguns anos depois de conhecer o Khan, e em meio à uma séria crise existencial, é que tive o insight de que um blog poderia servir como um canal de expressão daquilo que eu mais gostava de fazer na vida: aprender coisas novas, e ensiná-las à quem estivesse interessado. Estava plantada a semente, não só no meu coração, mas também na Web.

Mês 1: Empolgação e ansiedade

Os primeiros 30 dias foram frenéticos. Nada menos que 54 entradas, quase todos com uma vídeo-aula associada. Tudo isso feito em paralelo com a montagem da estrutura, que ia sendo feita enquanto eu aprendia: configuração do WordPress, pesquisa de plugins essenciais, design do banner principal do site, colocação dos anúncios AdSense e instalação do Google Analytics, além, é claro, da montagem de uma base nas principais redes sociais. Tudo feito “in house”, ou seja, por mim mesma.

Para entender como funcionava a blogosfera, eu estava acompanhando vários meta-blogs, dentre eles o [ Ferramentas Blog ], que por um feliz acaso fez uma promoção logo no primeiro mês de vida do VídeoAulas. A promoção era para incentivar blogueiros iniciantes a pensar sobre os objetivos dos seus blogs.

Foi tudo de bom: a participação na promoção me deu um grande pico de audiência, ampliou a minha então minguada rede de contatos e, mais importante de tudo, me fez parar para pensar o que eu queria com o blog. Pela primeira vez eu colocava por escrito a minha intenção de transformar aquele “hobby” em um negócio rentável. Parece uma bobagem, mas escrever e tornar públicas as minhas intenções fez uma diferença enorme na minha forma de encarar o meu blog.

Mês 2: Ganhando personalidade

No final do mês anterior eu li alguma coisa sobre a importância de dar uma personalidade ao blog, e do blogueiro ou blogueira contar a sua própria história. Comecei então uma série de áudios contando as minhas histórias de aprendizagem, que eram (são) muitas. Fiz um mapa mental com as ideias e descobri que teria pelo menos 11 boas histórias para contar. Hoje, essas histórias são a base do meu auto-responder.

As minhas “Histórias de Aprendizagem” foram quase que o único tema do blog nesse segundo mês. Eu estava exausta da maratona do mês anterior, mas não queria deixar a peteca cair. Eu já tinha investido em um curso sobre vídeo-blogs – pago em dólar! – na hospedagem e na compra do domínio.

Neste segundo mês um outro evento também me deu um grande impulso: a entrada para o curso online A Classe Alta. Eu estava atrás de qualificação em empreendedorismo digital, mas de quebra acabei revolucionando a minha relação com o dinheiro. Melhor ainda, a minha base de contatos no mundo digital aumentou vertiginosamente.

Mês 3: Fazendo barulho e entrando para a “elite”

Há essa altura eu já conhecia a famigerada estatística dos 95% de mortandade dos blogs antes de 90 dias. Ultrapassar esses 90 dias tornou-se a minha obsessão nesse terceiro mês. Ainda publicava muita coisa para crianças, mas eu já tinha mais clareza de que o meu foco seria técnicas de aprendizagem para adultos.

Nesse mês eu criei a minha primeira polêmica, com uma vídeo-aula sobre aprendizagem e prazer. Foi ótimo! Além do pequeno debate nos comentários – que começavam a crescer em número – eu criei um artigo em resposta à polêmica e acabei tendo um aumento considerável de audiência a partir daí.

Outra coisa bacana foi ter sido convidada para uma parceria com o YouTube, num momento em que eu achava que estava muito longe de ter os requisitos necessários para me candidatar à essa parceria. Hoje, praticamente toda a minha renda de AdSense vem do YouTube. (Como ganhar dinheiro com vídeos no Youtube)

E finalmente, aconteceu: a barreira dos 90 dias foi rompida e eu estava entre a elite dos 5% que chegavam ali. Teve até post comemorativo!

Mas quando eu pensei em escrever um guest post no [ Ferramentas Blog ] para contar a odisseia até ali, eu tomei um balde de água fria: o [FB] publicou um artigo falando novamente dos famigerados 90 dias, mas dizendo também que, mesmo entre esses 5%, poucos chegavam aos 6 meses de vida (Seu Blog não é NADA na Blogosfera). O “timing” definitivamente não era o melhor para comemorar “meros” 90 dias de vida… Resolvi esperar até completar os 6 meses…

Mês 4: Não é que “ebooks” grátis funcionam mesmo?

O quarto mês do blog teve poucos posts, mas foi por uma causa nobre: o primeiro ebook do VideoAulas ByAna foi lançado! Passei boa parte do mês terminando o livro e a outra parte divulgando. E descobri o valor de ouvir os especialistas do ramo: 9 entre 10 dos blogueiros usam ou sugerem usar ebooks gratuitos para fazer crescer a lista de emails. Mas teoria é teoria, e outra coisa bem diferente é você ver – na prática – uma lista de 30 pessoas aumentando para mais de 300 em apenas alguns dias…

Eu agora estava entrando de cabeça no Empreendedorismo Digital. Fui convidada para fazer parte de uma turma beta de um curso online sobre o assunto, e lá fui eu, para o meu terceiro curso. Esse era mais longo e mais caro, mas que trouxe (e continua trazendo) mais contatos e mais conhecimentos específicos sobre como tocar o blog como um negócio.

Mês 5: Empretec e rentabilização

No quinto mês de existência do blog, o Empretec “aportou” na minha cidade. Eu já tinha ouvido falar muito bem do Empretec, e sabia que era uma chance de ouro para quem estava numa cidade pequena. Só que esse já seria o quarto curso que eu comprava por conta do blog (fora os livros), e o vermelho da minha contabilidade já estava virando púrpura…

Mesmo assim, eu passei o Empretec no cartão e resolvi fazer a primeira tentativa séria de rentabilização da minha recém-inchada lista de emails. Com base nas dicas de um “figuraça” chamado Dan Kennedy, eu montei uma estratégia de marketing direto para um produto afiliado muito bom que eu tinha encontrado e que tinha tudo à ver com um blog de aprendizagem e comigo: o Curso de Inglês OnLine. Era o teste perfeito.

Confesso que as estratégias agressivas de marketing do Kennedy deixaram meus “pruridos acadêmicos” coçando. Mas eu resolvi me desafiar, e fazer a campanha assim mesmo, com a meta explícita de fazer caixa para pagar o Empretec. Resultado? Consegui um faturamento de uma vez e meia o valor do curso. Mais uma vez eu descobri o quanto vale à pena ouvir o especialista certo, mesmo que você não goste muito do que ele fale…

Mês 6: Cuidando do SEO e do longo prazo

O hábito de blogar estava criado, as ideias e os elogios surgiam de todos os lados, e os meus objetivos de médio e longo prazo estavam cada vez mais claros.

Ganhar um dinheiro mais significativo pela primeira vez foi uma experiência muito gratificante, mas a diminuição no número de publicações dos dois meses anteriores começava a dar sinais de alerta. A coisa só não pior porque eu tinha conseguido inserir transcrições em várias vídeo-aulas, o que melhorou o SEO do blog e consequentemente, as visitas orgânicas. Segundo o SEOquake, meu Page Rank subiu de 0 para 2 algumas semanas depois que as transcrições começaram a ser publicadas. As transcrições foram também um marco: pela primeira vez eu tive ajuda com o blog.

Resolvi que era hora de investir num ritmo mais uniforme de publicações, com um calendário pré-agendado. Para isso eu precisava criar mais posts do que eu consumia, para gerar uma “sobra”. Fazendo uma análise o mais realista possível da minha disponibilidade de tempo para o blog, eu decidi adotar o ritmo de 3 publicações por semana, sendo 2 vídeos e um texto.

Assim, a minha meta passou a ser produzir no mínimo 4 publicações por semana, para fazer a minha “poupança de posts”.

No lado da divulgação, escrevi um post sobre o meu ebook atendendo à uma chamada da Blogosfera Brasil, e me tornei, à convite, uma das autoras do site. O Marcos Lemos gentilmente concordou em considerar esse artigo como “guest post” no [ Ferramentas Blog ]. Com tudo isso, chego à esse segundo marco na vida do VideoAulas ByAna com a agradável sensação de estar no caminho certo.

Nessa reta final, contar essa história é um prazer à parte. Eu espero que ela sirva de inspiração para quem está na mesma trincheira. Como última dica, eu deixo a convicção de que todo esse trabalho e dedicação só foram possíveis porque eu faço no VideoAulas, aquilo que mais gosto. No meu caso, é aprender e ensinar.

.

Ana Lopes é Doutora em Ciência da Computação, professora universitária e autora do blog VideoAulas ByAnaonde discute conceitos e técnicas para “aprender à aprender”. Ana defende e divulga o auto-didatismo como contraponto para um sistema de ensino que acredita estar cada vez mais obsoleto e ineficiente.

Já pensou em ser um(a) Blogueiro(a) mais Profissional?

Está cansado(a) de ser um blogueiro mediano(a) e que não tem resultados com seu Blog, não ganha dinheiro e não recebe as visitas que gostaria?

Você chegou aqui procurando como aprofundar seus conhecimentos em Blog, como Ganhar Dinheiro com seu Blog, aplicar as melhores técnicas de SEO, divulgar seu Blog e fidelizar seu público alvo. E posso te ajudar com essas coisas e muito mais, elevando o nível de qualidade do seu projeto.

Desenvolvi um curso completo, totalmente online, cobrindo tudo o que é necessário para um Blog atingir seu potencial máximo, detalhe por detalhe, que vão te tornar um Blogueiro de Elite:
  • Técnicas de produção de conteúdo
  • Fidelização do Público alvo
  • Divulgação e Técnicas de SEO
  • Métodos e técnicas de Monetização
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Esta é sua chance de ser mais profissional e ter um blog eficiente, completo e que pode ser sua fonte de renda permanente. Sou Blogueiro desde 2007 e condensei todo este conhecimento dentro do curso Blogueiro de Elite para entregar a você.

35 Comentários

  1. Conheço o trabalho da Ana e só tenho a agradecer pelos conteúdos que ela tem no site e pela ótima pessoa que ela é.

    Ana, muito sucesso.

    Marcos, parabéns por receber gente do melhor gabarito aqui no Ferramentas Blog, abração.

    Responder

  2. Parabéns Ana!
    É muito gratificante ver projetos como este dando certo.
    Eu estou com quatro meses de blog, ainda de forma gratuita e procurando aprender a cada dia para seguir o caminho correto.

    Abraço!

    Responder

  3. Já estou há 4 anos com o Mister Tube, mas até o momento não obtive lucros com anunciantes nem com a monetização de sites, no meu caso estou com a Lomadee. Mas mantenho a minha resiliência pois apesar de tudo, tenho ganhado muito em relacionamento, aumentando de forma exponencial o meu networking.

    Abraços,

    @tolstoy

    Responder

    • Oi, Tolstoy,
      os maiores investimento que fiz de tempo e dinheiro até agora foram em bons cursos. Sem eles, eu jamais teria alcançado a pequena receita que já consegui. Eu estudo uma técnica, aplico e meço os resultados, para saber o que se aplica ao meu blog ou não, e tentar descobrir no que melhorar.
      AdSense realmente não dá quase nada, eu só mantenho porque está ali à mão no YouTube. Até agora, o dinheiro que entrou foi de produtos afiliados. Também estou me preparando para lançar um produto próprio. Vai ser mais uma experiência!
      Abraço e sucesso,
      Ana

      Responder

      • Oi Ana, eu fiz um post recente sobre educação e acredito que venha a ser uma boa dica para seus leitores.

        http://www.mistertube.com.br/2012/05/mister-tube-indica-tv-escola-o-canal-da.html

        Em tempo, só voltando para o meu caso. Comecei meu blog como hobby, e com o tempo vi que consegui alcançar um público fiel o que me fez acreditar em ganhar uma grana com anunciantes ou monetização. Mas esbarrei num problema crucial – o tempo. Pra que eu possa ganhar grana com meu site, constatei que se faz necessário me dedicar mais a ele, com pelo menos 6 horas diárias, não só pesquisando conteúdo, estudando, mas buscando parceiros, ser mais ativo comercialmente. E hoje priorizo apenas 2 horas e pela madrugada a fora, ou seja, não é fácil. As prioridades na vida: Empresa + família e agora blog. Mas tudo que fazemos com paixão, acabamos por superar os obstáculos. Espero um dia, conseguir ter o interesse de um grande parceiro e assim conseguir realizar o sonho de nunca mais trabalhar, pois estarei fazendo o que gosto e ainda ganhando dinheiro pra isso!! Abraços e muito sucesso! @tolstoy

        Responder

        • É, Tolstoy, essa coisa do tempo é bem crucial mesmo. As pessoas acham que é moleza, mas além do blog tem que cuidar de mídias sociais, parcerias e todos os outros aspectos do negócio, além, é claro, da aprendizagem contínua.
          O ideal é terceirizar a maioria das coisas, mas a gente fica naquela história do ovo ou da galinha: espera ganhar dinheiro para pagar alguém, ou paga alguém para produzir mais e ganhar mais dinheiro?
          Dúvida cruel!!

          Responder

          • Nesta semana ganhei um incentivo (100 pilas) do Facebook para anunciar a minha fan page na rede do Zuckerberg. Em um dia de anúncio já consegui atingir 10% do que conseguira em um ano. Já havia feito anúncio pelo Google via AdWords e foi frustrante. Mas no caso do Facebook está tendo uma boa resposta. Ou seja, para um blog dar certo não precisa apenas de dedicação, estudo e networking, mas precisa sim de botar a mão no bolso, fazer investimento. Ficarei 10 dias com este anúncio, e se conseguir o dobro de “curtir” do que consegui em um ano, farei novos investimentos, e agora do meu próprio bolso. Acho que vale a pena!

            Um abraço!

            [link suprimido]

            Responder

  4. Ana
    É um prazer imenso conhecer você.
    Sua história nos anima e faz com que percebamos a importância do investimento no blog.
    Investimento em vários pontos: financeiro, no tempo, na busca por conhecimento.
    Tudo isso acaba levando ao reconhecimento.
    Bacana sua história e bacana sua participação aqui.
    Parabéns…
    Agradeço ao Marcos pela oportunidade de aprender mais um pouquinho.
    abraço aos dois.

    Responder

    • Legal, Liliane,
      essa era a ideia do post (além de divulgar o trabalho, é claro!). Eu queria inspirar as pessoas, mostrar que é possível sim vencer os obstáculos.
      Abraço,
      Ana

      Responder

  5. Otimo relato Ana!

    É otimo quando pessoas que fizeram o certo compartilham suas experiencias e mostram que nao ha magica, somente trabalho, estudo e dedicacao, enquanto muitos por aí ficam procurando o segredo mirabolante de ganhar dinheiro na internet, inclusive fazendo coisas em que nem tem prazer :o)

    Parabens

    Responder

    • Obrigada, mestre dos sites,
      de fato, não tem botão mágico, e tem muita gente procurando botão para apertar por aí… rsss…
      Abraço,
      Ana

      Responder

  6. Olá Ana, eu entrei no seu blog e em vários post´s não pude observar adsense, apenas o banner do cursos online, parece que você não oferece espaço para anunciantes extras. Então, todo esse sucesso veio de um único banner?
    Ao longo de seu texto você não demonstrou estatísticas de visitas (orgânicas e outras), curtis e etc…Seria interessante basear sua história com o máximo de dados possíveis, assim o leitor poderá fazer uma analise e comparações com mais consistência.

    Responder

    • Maxx,
      Penso que apresentar dados como “prova” dos resultados conquistados não ajudaria em nada. Cada blog e cada nicho tem dados diferentes e objetivos diferentes.
      As vezes para você 100 visitas já é suficiente, mas para outros o objetivo é 10.000.

      O que a Ana nos apresentou foi sua experiência de luta e dedicação, mostrando como ela não desistiu do seu projeto e trabalho ou para atingir os objetivos que ela traçou para o próprio blog.

      Não devemos pensar em nossos blogs apenas em números de curtidas, visitas e seguidores, mas em onde queremos chegar. Os dados do trabalho de outros não vão servir para todos os nichos e não serve de base para comparações.
      Conheço blogs que recebem 1.000 visitas por dia que são mais relevantes que outros do mesmo nicho que recebem 10.000. Isso também dependo do autor, do público certo que é atingido e de como impactamos as pessoas.

      Temos de aprender a parar de medir o sucesso de um blog apenas pelos números.

      Responder

    • Maxx,
      meu AdSense hoje vem somente do YouTube, e a receita que eu obtive foi basicamente de duas campanhas de email marketing para venda de produtos afiliados. Se você procurar bem, verá que em maio eu sorteei 2 aparelhos de mp3 para quem comprasse o curso inglês online, e tem um vídeo mostrando o sorteio também.
      Concordo com o Marcos, os números não dizem tanta coisa assim. Mas eu já posso te dizer que se for levar em conta só a despesa com aspectos técnicos do blog (hospedagem, domínio, etc…), eu já estou no lucro só com essas duas campanhas. Acontece que eu comprei alguns cursos e livros, então, tecnicamente falando, estou ainda no prejuízo.
      Então, as coisas não são tão simples. Eu adoro comprar cursos e livros, então se isso entra na minha conta pessoal é lucro, se entra na do blog, é prejuízo… Mas seja no lucro ou no prejuizo, eu sei que estou me divertindo bastante e tenho bons motivos para acreditar que logo logo essa “ambiguidade” entre lucro e prejuizo será resolvida.
      Abraço,
      Ana

      Responder

      • Olá Ana e Marcos
        compreendo bem seu modo de ver as coisas, posso dizer que também concordo, já que meu blog melhorou muito em termos técnicos e isso também pode ser avaliado como sucesso, evolução, crescimento. Entretanto não se pode desprezar os números e avaliar somente por uma perspectiva, mesmo que esses números não se convertam em dinheiro diretamente…

        Responder

  7. Olá Ana,

    Gostei muito da leitura, muito obrigado por compartilhar conosco, eu praticamente to começando nesse “mundo”, para mim e para muitos com certeza será muito útil!

    Sucesso sempre, abraços.

    Responder

    • Oi, Cremilton,
      espero que seja útil para muita gente mesmo. A ideia é mostrar que com trabalho, estudo e esforço é possível chegar lá.
      Abraço,
      Ana

      Responder

  8. Olá Ana!

    Excelente e motivadora sua história!

    É como todos deveriam ser, ou pelo menos tentar, com seus blogs e projetos.

    Olha a Classe Alta já tem uma qualidade imensa só com as dicas que o Seiiti envia gratuitamente por email, nem quero imaginar comprar o curso rsrs.

    Na verdade agora você é mais que uma blogueira é uma empreendedora,levou a sério seu projeto.

    Agora só falta você criar ou contratar serviço de algum design para criar uma logomarca para seu blog e até um tema personalizado. Eu mesmo demorei alguns anos para ter uma logomarca, mas como vi que você não tem medo de investir,pode ser mais um fator para seu sucesso.

    Notei algumas dicas no seu blog sobre aprendizagem acelerada, e pergunto você leu o Livro Revolucionando o aprendizado? É que estou lendo e é praticamente uma Bíblia com relação à aprendizagem acelerada como mind map,aprender um novo idioma em 8 semanas,etc.

    Já assinei a newsletter e vou ler o e-book e seu blog para conhecer melhor…

    Abraço e sucesso!

    Responder

    • Oi, Rafael,
      obrigada. De fato, o curso do Seiiti é maravilhoso. Recomendo muito, pena que agora ele fechou as inscrições de novos alunos para reformulação. 🙁
      De fato eu tenho que refazer o design, quem sabe no aniversário de 1 ano? rsss… eu tenho uma série de outros investimentos para fazer antes disso, e preciso priorizar.
      Não li o livro não, mas vou botar na minha lista. Valeu pela dica.
      Abraço,
      Ana

      Responder

  9. Ana, pa-ra-béns!

    Eu bem sei como é difícil criar um cronograma de posts, ver o que se aplica ao blog ou não passa de puro devaneio escrito, perceber o que agrada nosso público e afins.
    Acessei seu blog logo no começo deste post e a primeira coisa que me deu vontade de ir aí, te dar um abraço e soltar um bom “how, isso foi foda!” foi a transcrição dos vídeos. Eu nunca vi isso em nenhum outro lugar e pareceu tão óbvio quando você fez! Não fiquei admirada disso ter aumentado o número de visitas ao seu blog.

    Meu blog (http://modaevart.wordpress.com) já tem dois anos e três meses. Passei quase o ano passado inteiro sem postar, e, mesmo assim, tinha uma média de 120 leitores diários. Mas, claro, todos vinham de sites de busca. Em fevereiro deste ano eu voltei a todo vapor e, desde então, não deixo o blog um dia útil sequer sem post. Hoje aprendi que o Evart deve ter uma pegada artesanal. No começo, eu me pegava postando detalhes sobre produtos de maquiagem que eu comprava. Hoje tenho até um Q de vergonha desses posts, pois eles não tinham nada a ver com o blog. Porém, têm muito a ver comigo. Por isso, hoje, quando quero postar algo a respeito, sempre exijo de mim que no mesmo dia haja mais um post e que ele seja sobre artesanato.

    Agora, a média de acessos vindos de sites de busca subiu para 250 leitores. E, diariamente, tenho mais de 120 leitores assíduos e voluntários. Sem contar nos dias de picos de acesso, uma alegria à parte.

    Como você, também agradeço muito ao Ferramentas pelo atual (e inicial) sucesso do Evart. Leio cada post aqui como se fosse um conselho de meu pai! Depois, sento com meus amigos da web para eles traduzirem o que eu não entendi (risos).

    Responder

    • Valeu mesmo, Ana Cláudia!
      vou visitar o seu blog, porque eu também tenho uma quedinha por artesanato (eu acho que precisava de umas 5 vidas em paralelo… rsss…).
      Estudar sobre blogs é fundamental, mas convenhamos, dobra o nosso trabalho: temos que estudar sobre o nosso nicho e sobre blogs… ainda bem que eu gosto de estudar!! rss…
      Quanto às transcrições, eu aprendi isso com um curso de video-blog de um australiano, Gideon Shalwick. Melhora muito o SEO, porque o google simplesmente não sabe indexar material não-textual… 🙁
      Um abraço e boa sorte na sua retomada,
      Ana

      Responder

      • Nossa, Ana, vou adorar ter você como leitora do Evart! rs

        De fato, isso de SEO + Google + não-texto faz toda a diferença! Eu sei que a maior parte de meus leitores chegam ao blog por imagens… infelizmente são poucos os temas que o Google me coloca na primeira página. Mas “devagar e sempre”!
        Eu nunca me imaginei estudando algo como web, muito menos discutindo a respeito. Pensava ser um mundo muito fora de minhas possibilidades. Mas, mesmo sem essas cinco vidas (risos), me sinto satisfeita em abraçar tantas áreas, mesmo que de forma rasa, mas com muito carinho e atenção. Aprendi a gostar disso aqui. Ainda não lido com programação, mas quem sabe?

        Obrigada pela força e sucesso pra nós! =D

        Responder

  10. Parabéns Ana, com certeza você merece esse sucesso! Também já passei dessa fase de desistir nos primeiros meses de blogagem e agora é só alegria, meu blog cresce a cada dia e pretendo fazer ainda mais investimentos para o crescimento do mesmo.

    E o legal disso tudo é que eu estou descobrindo uma coisa que eu realmente gosto, que é compartilhar conhecimento e aprender ao mesmo tempo!

    Abraço e sucesso

    Responder

  11. Olá Ana e Marcos Lemos,

    Parabéns aos dois, já adquiri o e-book do Marcos há algum tempo e estou lendo-o novamente pela 2a. vez e agora com mais cuidado, já que criei o blog recentemente.
    O meu blog é voltado para concursandos e eu disponibilizo os vídeos retirados do yotube, e os organizo de forma que fique mais fácil para os alunos estudarem, enfim… Criei o blog motivada por um artigo do Escola Dinheiro do Paulo Faustino, onde ele nos motiva a criar uma galeria de vídeos e era o que eu realmente queria naquele momento. No entanto, agora que postei mais de 1.500 vídeos, ainda não consigo deslanchar.
    Quase desisto…. apesar de ter aprendido muito, desde o zero, já que não tinha conhecimento nenhum disso tudo, aprendi a manusear a plataforma do wordpress desde o inicio.
    Mas, na verdade o que sinto falta, é de alguém que avalie se o bog está no caminho certo, onde estão as falhas, etc.
    Tudo que aprendi foi com vários blogueiros que postam artigos com conteúdos completos e com sequencia nos ensinamentos.
    Ana, será que seria possível voce me indicar os cursos que fez e os livros que adquiriu, para que eu possa me aprofundar no assunto, já que tenho sido autodidata o tempo todo? Eu sinto que preciso falar ao vivo com outras pessoas, fazer cursos, trocar com outras pessoas.
    Conforme voce mesma diz que aprendeu muito com pessoas experientes e acredito que é isso que está me faltando. Se puderes por favor, estarei aguardando.
    Muita sorte para todos.

    Responder

  12. Para mim o critério para um blog ser um blog de ”sucesso” são os seus números. Tenho um blog pornográfico com mais de 700K de visitas e mais de quatro milhões de visualizações ao mês, isso em 7 meses de existência, é um blog de sucesso ? claro que não. Poderia ser se fosse um blog de outro assunto qualquer menos de pornografia que facilmente a palavra bilhão é usada, fazer o que um dia chego lá…

    Responder

  13. Muito legal a história do seu blog Ana. Obrigado por compartilhar!
    Me ajudou a ter um click agora sobre as transcrições das vídeo-aulas para efeito de SEO, ainda não tinha pensando nisso.

    Vou fazer isso com as minhas vídeo-aulas urgentemente
    [link suprimido]

    Abraços,

    Harlley Oliveira

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.