O que aprendi com meu casamento para melhorar meu Blog

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+

Os nossos relacionamentos pessoais podem ajudar muito na reflexão sobre como conduzimos nossos blogs. Às vezes experiências únicas nos dão ótimas lições para várias coisas. Estou vivendo um momento bem especial de minha vida, pois acabei de casar-me. Tudo o que estou passando é único. Comparando com minha vida de blogueiro, acho que posso compartilhar algumas coisas com você para melhorarmos nossos blogs.

Já fiz um post, certa vez, sobre o que podemos aprender com nossos relacionamentos para melhorar um blog. Na ocasião eu falava de namoro: Namorar é como ter um Blog. Agora minha vida mudou e posso falar também como um casamento nos ajuda a melhorar o blog.

1. Não case só apaixonado = É um engano achar que é preciso estar apaixonado para casar. Pode parecer repetitivo, mas só o amor deveria ser motivação para casamento. Paixão é temporário e você pode acabar fazendo “besteira” por agir no impulso. Às vezes paixão vira amor, aí será o momento de casar.

Muitos blogueiros agem por impulso e querem resultados rápidos, imediatos e soluções fáceis. Ficam iludidos pelo deslumbramento da paixão pela novidade de ter um blog e todas as possibilidades que isso pode proporcionar. Só que esquecem do comprometimento necessário. A paixão passa e ficam frustrados com os péssimos resultados do Blog.

2. A roupa é muito importante = Sim. A aparência é muito importante. Não é atoa que as mulheres passam o dia no salão, compram um vestido caro para usar uma única vez. A roupa certa para o momento certo e único de sua vida.

Seu blog depende da aparência que tem, o layout que se apresenta ao público. A boa apresentação é fundamental, antes mesmo de um bom conteúdo. Um artigo ótimo num layout fraco acaba por perder credibilidade.

3. Não faça festa = Custa caro e pode ser que você nem se divirta. É bom comemorar e celebrar, mas não invista suas energias em festas pomposas. Às vezes uma celebração mais íntima e familiar será mais satisfatória. Muitos pensam na festa apenas como uma forma de “exibição social”. Mais importante que a festa é celebrar você e sua esposa/seu esposo o amor que os motivou.

Há blogs cheios de “festa”, foguetes e barulho, mas no fundo estão vazios e sem sentido. É melhor olhar para si e cuidar do que é mais importante, esquecendo um pouco do que é externo e superficial. Invista nas pessoas mais próximas, no seu público.

4. Nem tudo é Lua de Mel = Vale a pena gastar numa ótima lua de mel com uma viagem maravilhosa. O que não se pode pensar é que a vida é uma lua de mel constante. A vida real é um pouco diferente. A viagem é a oportunidade de recarregar as energias, dormir muito e amar muito (entende?) para encarar os desafios da vida. No fim você acaba doido pra voltar para sua casa, sua rotina e sua vida “normal”.

Um blog é rotina, cotidiano, com trabalho constante e dedicação que às vezes vão parecer chatos. Mas foi sua escolha, é seu projeto que é construído aos poucos para durar a longo prazo. Para um blog durar é preciso ter os pés no chão e viver a realidade do dia a dia.

5. Você vai ganhar muitos presentes = Uma das melhores partes é ganhar presentes, o suficiente para encher todos os cômodos da sua casa nova. São a demonstração de carinho dos seus amigos e familiares que querem, de alguma forma, contribuir com sua vida nova.

Cada blogueiro tem o seu público, seus amigos e sua “família” virtual. Estes sempre vão enriquecer seu trabalho, contribuir com informações, comentários, comprando produtos e serviços, interagindo nas redes sociais. São a motivação para o seu trabalho continuar. Há outros “presentes” como o conhecimento adquirido e a satisfação de realizar algo seu.

6. A vida real custa caro = Não poderia deixar de mencionar que há contas para pagar, prestações e compromissos. Você vai precisar trabalhar muito e aprender a si virar sem seus pais, só você e sua mulher/seu marido. Muita coisa é investimento, como comprar um apartamento/casa, outras são só gastos, como pagar prestação dos móveis novos. Mas no fim é sua vida se levantando e sendo construída, valerá cada centavo.

Investir em seu blog é fundamental. Por menor que seja o investimento ou o gasto, é importante saber que um blog não é totalmente gratuito quando se quer ser profissional. Vai demandar tempo e trabalho, além de despesas. No fim será fruto de seu trabalho e seu esforço para atingir os resultados que você sonhou.

7. Você pode viver “feliz para sempre” = Se a vida a dois será boa só dependerá do casal e das escolhas e caminhos que seguir. Ninguém poderá “meter a colher”. O casal constrói a vida como achar melhor e tem as mesmas chances que todos para ser feliz. É preciso esforço e dedicação para a felicidade chegar e durar, sempre caminhando lado a lado, sonhando as mesmas coisas.

Todos tentam criar blogs, mas parece que poucos conseguem ter resultados satisfatórios. Isso não depende do Google gostar do seu blog ou das pessoas quererem divulgar e seguir. Boa parte dos bons resultados só vão depender de sua dedicação e esforço pessoal. Pode levar tempo, mas a constância será retribuída.

17 Comentários

  1. E verdade amigo eu concordo totalmente com voce ,veja so meu exemplo minha esposa incentivou me a ser blogueiro durante 2 meses e eu não queria ,ate que um dia comecei e acabei fortalecendo o meu casamento pessoal e com o nosso blog de ficção, e hoje estamos a 3 anos e 6 meses no ar(blog)e os casamentos (esposa e blog) a mil maravilhas…valeu…fuiiiiii

    Responder

    • Eu sei bem sua opinião, rs!
      Mas espero ter uma vida feliz nesta nova fase da minha vida e que posso ser um exemplo para você repensar essa opinião.
      Obrigado pelos votos.

      Responder

  2. Parece que quando acompanhamos um blog, quando estamos lendo os artigos, parece que já o conhecemos bastante e fazemos uma ideia mental de que sempre as coisas escritas são ótimas (não que o seu blog seja diferente). Fiquei pensando por dois segundos ‘e se eu fosse um visitante que nunca tinha visitado o blog antes?’ pensei em um monte de coisas, mas como sou um visitante constante então faz todo o sentido a postagem e as tópicos também.
    Adoro panorâmicos (foto) e a do artigo está muito bonita. Sucesso na vida pessoal tanto quanto na do blog!

    Responder

  3. Pô, Marcos, super acompanho o Ferramentas, q é excelente; mas vale investir numa revisão de texto de alguns “posts”. Esse aí, por exemplo, está bem ruinzinho, cheio de erros de ortografia e concordância.

    Fica a dica!

    Abração,

    André.

    Responder

    • André,
      Eu tentei bastante, reli o post e, desculpe-me, mas não consegui encontrar os tais “erros de ortografia e concordância”. O máximo que vi foi a falta de uma letra ou outra, por erro de digitação e duas crases ausentes.
      Para você chamar de “bem ruinzinho”… poderia mostrar o que eu não vi.

      Responder

  4. Olá Marcos!
    Muito interessante os parâmetros que vc apresentou.
    Que o Bom Deus abençoe esta nova fase de sua vida!
    Matrimônio é uma riqueza sem fim!
    Pela foto pude perceber que vc casou na Igreja Nossa Senhora da Guia.
    A cerimônia do meu casamento também foi realizada lá.
    Ah! Acompanhei sua entrevista na Canção Nova.
    Parabéns!

    Responder

  5. Oie Marcos, parabéns pelo casamento! Dia 29 de maio fiz 2 anos de casada e você perceberá o quanto cada dia mais nossa vida pessoal influência em nossos blogs.
    Concordo com muito do que você disse, principalmente sobre estar apaixonado. Se não há amor, não há motivos para casar, afinal temos que casar pensando que será para sempre, né? Embora muita gente banalize isso. Mas além do amor, é preciso amizade, confiança e principalmente cumplicidade. É saber só de olhar para o outro o que está acontecendo e ter sempre a certeza de que aconteça o que acontecer, será sempre aquela pessoa que segurará sua mão, que te manterá de pé quando você precisar!
    Que seu casamento seja assim e que a cada dia mais vocês possam amadurecer e construir uma linda família!
    Beijos

    Responder

  6. Olá Marcos,

    Eu também oficializei o meu relacionamento há pouco tempo e assim como você, vivi primeiro todas as fases como o início da amizade, a paixão, o namoro, a convivência como casal, a divisão de uma mesma moradia e só agora formalizei a união.

    Com o meu blog não é diferente. Iniciei-me na fase da amizade(entender o que é um blog e como faz), passei pela fase da paixão (deslumbramento e contentamento em ter um blog) e atualmente estou namorando com o mesmo (escrevendo os primeiros posts, investindo em SEO, em ferramentas, em plugins e outras coisas).

    Acredito que estou no caminho certo e penso que com muita dedicação, esforço e vontade de aprender cada vez mais, chegarei a última etapa e formalizarei a minha união com o meu blog, assim como,os leitores, a ponto de tornar-me um Problogger como você.

    Até mais e boas postagens!!!

    Responder

  7. Marcos, no casamento, onde ambos têm maturidade, sabem onde querem chegar, e principalmnente, quando se gostam e se querem de verdade, pode dar certo e durar por toda uma vida! Casamento é um projeto de vida importante!

    Gostei do seu póster. Interessante as comparações que vc faz, são fatos reais!
    Parabéns e felicidades.

    Responder

  8. Arrasou!!!
    Me casei faz 7 meses e tenho um blog há 4 meses. Concordo com tudo e adorei a comparação que vc fez, assim como também adoro todas as suas dicas!!
    São valiosas para um blog de sucesso!!

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.