Plugin WordPress 1 Blog Cacher: seu blog mais rápido

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Hoje vamos dar sequência na serie de posts que prometi fazer para falar sobre plugins de cache. Pretendo mostrar pelo menos um plugin por mês. Antes de continuar recomendo a leitura do post: Deixando seu blog WordPress.org mais rápido: Plugin Hyper Cache. Nele já fiz um balanço completo do porque usar e o porque alguns plugins de cache podem não funcionar em seu WordPress.org.

 

Neste post vou ensinar a instalar o plugin 1 Blog Cacher. Uso ele fazem 3 meses e os resultados estão sendo como o esperado. Este plugin tem uma instalação um pouco complexa, porém depois de instalado corretamente exige pouca mão de obra para manter seu blog rápido.

 

Instalando o plugin 1 Blog Cacher

Como já falei logo a cima, a instalação deste plugin é bem complexa e pode exigir um pouco de sua paciência, então muita atenção.

 

Para começar vamos ter que baixar ele diretamente da página de plugins do WordPress.org, pois o plugin necessita de uma instalação totalmente manual.

 

Fazer download WordPress – 1 Blog Cacher

 

Faça o download do plugin, depois descompacte o arquivo baixado em seu PC e teremos uma pasta com 3 arquivos com os seguintes nomes:

  • 1blogcacher2.0.php;
  • advanced-cache.php;
  • README.txt.

 

Para continuar a instalação você terá que upar cada arquivo desses para lugares diferentes do host do seu blog.

 

Você vai precisar de acesso via FTP de suas pastas e pode fazer isso usando o painel de sua hospedagem, ou por um cliente FTP como o FileZilla ou usar o Plugin MyFTP para WordPress.org. Ensinamos como usar ele aqui:

 

Vou continuar o tutorial usando o plugin MyFTP como exemplo, porém você não é obrigado a usa-lo também.

 

Primeiro passo – upar os arquivos:

Vá para o painel de seu WordPress e clique em "MyFTP" no menu de "Configurações". Agora navegue entre as pastas, clique na pasta "WP-content".

 

Nesta pasta vamos fazer o upload do arquivo "advanced-cache.php", para isso basta escolher o arquivo em seu computador e clicar em "Upload To Current Path”.

 

Depois de feito o upload clique na pasta "Plugins" e nela faça o upload do arquivo "1blogcacher2.0.php".

 

 

Segundo passo – criando a pasta wp-cache:

Não ative ainda o plugin, precisamos configurar mais coisas dele antes.

 

De volta no MyFTP clique no link escrito "Home". Você será levado para a pasta raiz de sua hospedagem (a primeira pasta onde começamos a navegar). Aqui crie uma pasta chamada "wp-cache".

 

 

A pasta wp-cache vai servir para guardar todos os arquivos criados por cache.

 

Terceiro – Ativando o cache no WordPress

Agora falta apenas ativar o cache no WordPress para poder ativar o plugin.

 

Para isso, ainda no MyFTP, na pasta Raiz/Home procure pelo arquivo "wp-config.php", clique nele para editar.

 

 

Procure por "/* Isto é tudo, pode parar de editar! 🙂 */" logo a baixo cole o seguinte código:

 

define('WP_CACHE', true);

Por fim clique em "Update" e logo em seguida em "Done Editing".

 

Quarto passo – Ativar o Plugin 1 Blog Cacher

Agora você pode finalmente ativar o plugin 1 Blog Cacher.

 

Para isso faça o procedimento padrão, clique no menu "Plugins" de seu blog, depois procure pelo plugin e clique em ativar. Automaticamente o plugin começaram a criar arquivos de cache e deixar o seu blog mais rápido.

 

Avaçando: Personalizando o plugin 1 Blog Cacher

Por padrão as configurações do plugin já são excelentes, porém caso você precise mudar algo terá que modificar o arquivo "advanced-cache.php".

 

Volte para o MyFTP e vá até o "advanced-cache.php". (wp-content > advanced-cache.php). Clicando para editar ele teremos as seguintes opções:

 

 

define("OBC_EXPIRATION",3600);: Aqui podemos alterar o tempo que o cache irá expirar. Por padrão tem o valor de 1 hora, equivalentes a 3600 segundos. Em meu blog uso o valor de 3 dias para esta opção, fica o seu critério o melhor valor. Use o conversor de Tempo do site ConverteWord.com para facilitar na hora de conversão de horas para segundos ou dicas para segundos.

 

define("OBC_CACHE_USERS",2);: Esta opção é para o cache de usuários que estão logados em seu blog. O valor 2 de padrão faz com que seja criado um cache diferente para cada usuário logado. Valor 1 cria um cache global para todos os usuários logados. (Esta opção é perfeita para quem tem áreas no blog onde é permitida a visualização apenas para usuários registrados. E finalmente o valor 0 que não cria cache algum para usuários do blog.

 

define("OBC_CACHE_COMMENTERS",2);: Aqui é possível editar o cache dos comentários em relação aos usuários. Os valores são 0, 1 e 2. E tem as mesmas funções do item acima.

 

define("OBC_CACHE_ERROR_PAGES",false);: Nesta opção podemos ativar ou d
esativar o cache das páginas de Erro 404. Para ativar mude o valor para "true" e desative com "false". Não recomendo deixar esta opção ativada. Para saber mais sobre páginas de Erro 404 e como otimiza-las acesse: Como criar página de Erro 404 para WordPress: Plugin Smart 404.

 

define("OBC_CACHE_REDIRECTIONS",false);: Podemos ativar ou desativar aqui cache para páginas de redirecionamento, normalmente páginas 301 e 302. Por padrão seu valor vem com "false" também e para ativar você deve usar o "true". Outra opção que recomendo deixar como false.

 

define("OBC_AVOID_TRAILING_SLASH_DUPLICATION",false);: Esta opção serve para omitir a "/" que aparece no final dos links de seu blog evitando que o cache de algumas páginas sejam duplicados. Deixe como false também. Não existe grande vantagem nesta opção, além que ela se aplica apenas para quem ter links permanentes personalizados e quando você se esquecer de adicionar esta última barra na hora de enviar um link para alguém.

 

O Plugin mesmo deixa aviso para não ativar esta opção ser você usar o WordPress 2.3 para cima. Aprenda mais como criar links permanentes no WordPress acessando: Como criar .htaccess – Estrutura de Links Permanentes no WordPress.org.

 

define("OBC_ENABLE_BROWSER_CACHE",false);: Aqui podemos induzir o navegador do visitante a guardar cache do nosso blog. Não é muito vantajoso deixar esta opção como "true" caso você faça alguma alteração em seu blog o visitante verá apenas depois que o cache no navegador dele expire.

 

define("OBC_LOOK_FOR_DYNAMIC_CODE",true);: Como o nome desta opção já diz, podemos ativar que o cache procure por códigos dinâmicos e transforme eles em HTML estáticos. Deixe esta opção como "true" que é o seu valor padrão.

 

define("OBC_USE_CACHE_DIRECTORIES",true);: Esta opção define como serão salvos os arquivos de cache dentro da pasta "wp-cache" que criamos. Deixando como "true" são criadas pastas para cada categoria e dentro delas, pastas para cada página. Com o valor em "false" o cache será jogado todo na mesma pasta. Por motivos de organização deixe mesmo o padrão que é "true".

 

define("OBC_REJECTED_STRINGS","wp-");: Opção para impedir que seja criado cache para arquivos que contém "wp-" em seu nome. Isso impede que certos arquivos importantes da estrutura do seu blog WordPress sejam incluídos no cache. Por segurança deixa esta opção com o seu valor padrão.

 

define("OBC_ACCEPTED_STRINGS","wp-atom.php, wp-comments-popup.php, wp-commentsrss2.php, wp-links-opml.php, wp-locations.php, wp-rdf.php, wp-rss.php, wp-rss2.php");: Esta opção serve para criar exceções para regra anterior. Por exemplo: foi adicionado nesta lista o arquivo "wp-rss.php" que é responsável pelo feed de seu blog, caso ele não estivesse na regra de exceções, não seria criado cache para o feed do seu blog por causa da regra anterior que impede a criação de cache para arquivos que contém "wp-" no nome.

 

define("OBC_REJECTED_USER_AGENTS","bot, ia_archive, slurp, crawl, spider");: Finalmente a última opção do plugin, ela serve para rejeitar a criação de cache de certos agentes que encontramos na web. Pretendo ainda explicar corretamente sobre todos esses agentes em um futuro e muito longo post. Para evitar erros deixe o valor padrão que por sinal já é extremamente eficiente.

 

Limpando o Cache criado.

Depois de instalado e configurado você não precisará esquentar sua cabeça com nada a não ser de vez em quando limpar o cache do seu blog para ocupar menos espaço em sua hospedagem ou quando você fizer alguma atualização em seu blog e precisa que todos os visitantes a vejam imediatamente.

 

Para isso, dentro do painel de administração de seu blog, vá para o menu "Configurações" e clique na opção "1 Blog Cacher".

 

Nela teremos um resumo de todas as configurações do plugin e logo em baixo na sessão "Cached files" o numero total de arquivos em cache e o numero de arquivos expirados.

 

Para limpar todo o cache clique em "Remove all files" e para limpar apenas o que já expirou clique em "Remove expired files".

 

Recomendo uma vez por mês pelo menos passar por aqui e limpar o que já expirou para economizar espaço.

 

 

Modificações que o 1 Blog Cacher fará com o seu blog e considerações finais

Com certeza se o plugin funcionar o seu blog ficará bem mais rápido e depois de instalado você não terá nenhum trabalho a não ser eventualmente limpar o cache de seu blog.

 

Porém como tudo tem um preço o 1 Blog Cacher desativa algumas coisas de seu WordPress. São coisas que realmente da para passar sem, mas estou avisando para não assustar ninguém no futuro.

 

O 1 Blog Cacher desativa a pre-visualização de posts. Fica desativada a opção de editar posts quando você esta logado e navegando pelo seu blog e também na hora de fazer um comentário você terá que preencher o formulário como qualquer outro usuário (quer dizer seria a mesma coisa de não estar logado em seu blog).

 

Desde que comecei a usar o plugin identifiquei apenas essas três modificações que não mudaram em nada os meus costumes na hora de gerenciar meu blog.

 

Não canso de avisar: Este plugin deu certo em meu blog e também no de mais pessoas, isso não significa que ele funcionará também em seu blog. Plugins de cache são influenciados por vários fatores. Caso você tenha configurado ele corretamente e tenha observado que ele não gerou nenhum cache, aconselho procurar outro plugin de cache.

 

Mais plugins para WordPress.org:

 

Sobre o Autor:

Claudio Sanches Claudio Sanches tem 22 anos e é de São Paulo. É Webdesigner, Programador e está cursando Técnico em Multimidia (SENAC). Curte um Heavy Metal (visite A Ilha do Metal). Portfolio | FaceBook

Já pensou em ser um(a) Blogueiro(a) mais Profissional?

Está cansado(a) de ser um blogueiro mediano(a) e que não tem resultados com seu Blog, não ganha dinheiro e não recebe as visitas que gostaria?

Você chegou aqui procurando como aprofundar seus conhecimentos em Blog, como Ganhar Dinheiro com seu Blog, aplicar as melhores técnicas de SEO, divulgar seu Blog e fidelizar seu público alvo. E posso te ajudar com essas coisas e muito mais, elevando o nível de qualidade do seu projeto.

Desenvolvi um curso completo, totalmente online, cobrindo tudo o que é necessário para um Blog atingir seu potencial máximo, detalhe por detalhe, que vão te tornar um Blogueiro de Elite:
  • Técnicas de produção de conteúdo
  • Fidelização do Público alvo
  • Divulgação e Técnicas de SEO
  • Métodos e técnicas de Monetização
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Esta é sua chance de ser mais profissional e ter um blog eficiente, completo e que pode ser sua fonte de renda permanente. Sou Blogueiro desde 2007 e condensei todo este conhecimento dentro do curso Blogueiro de Elite para entregar a você.

5 Comentários

  1. Esses plugins para cacher são bons para blogs que possuem uma enorme quantidade de visitas por dia, para blogs pequenos acho que não necessita de tal plugin!! Mais é importante ter uma Hospedagem eficiente é claro!

    Responder

  2. Bruno,
    Plugins de cache são essenciais para qualquer blog ou site.
    Além de deixar mais rápido o carregamento, faz poucas consultas no banco de dados, diminui a quantidade de requisições http, economiza banda da hospedagem entre outras melhorias.

    Claro que com uma ótima hospedagem fica tudo mais eficiente, mas não podemos contar apenas com ela.

    Responder

  3. Pingback: O que mudou no [ Ferramentas Blog ] depois de migrar para o WordPress.org | [ Ferramentas Blog ]

  4. fiz tudo certo, mas na página de plugins avançados aparece a seguinte mensagem:

    advanced-cache.php
    1 Blog Cacher

    Plugin de cache avançado.

    This file (advanced-cache.php) shouldn’t be here. Move it to the /wp-content/ directory so 1 Blog Cacher can work properly.

    Versão 2.0.2 | Por Javier García | Visitar o site do plugin

    e ai?

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.