Por que há tanta gente idiota na Internet?

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

A idiotice e a ignorância não são um privilégio da Internet, mas o que vemos é um afloramento exagerado de atitudes coletivas e individuais que causam indignação e nos deixam por entender de onde está surgindo esse fenômeno. Parece que as pessoas pensam que adquirem super poderes quando se sentam atrás de um teclado e um mouse. O simples fato de se imaginarem “protegidas” pela rede, podem disparar ofensas, perseguir e promover preconceitos.

Este é um fenômeno recente, muito novo e provocado pela grande facilidade que temos de trocar informações e interagirmos com tanta gente, seja em rede sociais, fóruns ou comentários de notícias. Em poucos cliques temos acesso a milhares de pessoas e temos a possibilidade de sermos vistos e ouvidos em qualquer lugar.

Não há outra palavra para descrever o descontrole de várias pessoas em toda parte, em qualquer língua, do que “idiotas”. O mais conhecido dos casos aconteceu nas eleições presidenciais de 2010, quando alguns se sentindo superiores, “culpavam” a vitória ou derrota na base do preconceito regional (Votos do Nordeste viram polêmica no Twitter).

No mesmo nível do que aconteceu àquela época temos o mais recente dos fatos quando a Folha On-line (braço digital da Folha de S. Paulo) se viu obrigada a fechar todos os comentários dos artigos referentes à saúde do ex-presidente Lula. Tudo bem discordar politicamente de alguém, mas chegar a desejar a morte e o mal para alguém que tem câncer, chega a ser no mínimo desumano (Eu, o SUS, a ironia e o mau gosto).

O pior de tudo foi uma notícia que li sobre uma blogueira no exterior que revelou o excesso de mensagens abusivas e até ameaças de estupro por sua opinião. No caso dela, algumas ofensas se tratam de puro preconceito por ela ser mulher (Women bloggers call for a stop to ‘hateful’ trolling by misogynist men).

Eu poderia ficar aqui relatando outras dezenas de casos semelhantes ou até piores. Alguns desse sujeitos tentam se valer do anonimato na internet (que não existe de fato) ou não entendem que as leis valem da mesma forma no mundo online. Há uma dissociação entre mundo real e mundo virtual, como se fossem coisas diferentes. Dá-se o nome para gente assim de “trolls” e pode ser engraçadinho e divertido por um tempo, mas o que vemos é que já está perdendo a graça, fugindo ao controle.

Você não pode dizer o que quer sem consequências

Eu não consigo responder à pergunta que fiz no início, não sei porque há tantos idiotas na internet ou porque aparecem mais aqui. Está na hora de tomarmos atitudes mais severas contra gente desse tipo, que se sente segura em ofender, difamar e perseguir outras pessoas. Está na hora de começarmos a usar de forma madura as redes sociais ou será intolerável a convivência.

A culpa pode ser da educação. Mesmo os mais ricos podem ter estudado em ótimas escolas e até ter curso superior, mas não aprenderam o que é relevante. As vezes a falta das letras pode ser mais útil quando não falta respeito. E claro, há a educação do berço, que não se reproduz em salas de aula. A fata de berço não escolhe classe social, nem faz diferença nascer em New York, São Paulo ou Caetés no Pernambuco.

Só a liberdade não justifica o direito de ninguém ofender, perseguir ou ser preconceituoso com outros. E essa é outra coisa que não dá pra aprender em sala de aula.

Já pensou em ser um(a) Blogueiro(a) mais Profissional?

Está cansado(a) de ser um blogueiro mediano(a) e que não tem resultados com seu Blog, não ganha dinheiro e não recebe as visitas que gostaria?

Você chegou aqui procurando como aprofundar seus conhecimentos em Blog, como Ganhar Dinheiro com seu Blog, aplicar as melhores técnicas de SEO, divulgar seu Blog e fidelizar seu público alvo. E posso te ajudar com essas coisas e muito mais, elevando o nível de qualidade do seu projeto.

Desenvolvi um curso completo, totalmente online, cobrindo tudo o que é necessário para um Blog atingir seu potencial máximo, detalhe por detalhe, que vão te tornar um Blogueiro de Elite:
  • Técnicas de produção de conteúdo
  • Fidelização do Público alvo
  • Divulgação e Técnicas de SEO
  • Métodos e técnicas de Monetização
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Esta é sua chance de ser mais profissional e ter um blog eficiente, completo e que pode ser sua fonte de renda permanente. Sou Blogueiro desde 2007 e condensei todo este conhecimento dentro do curso Blogueiro de Elite para entregar a você.

48 Comentários

  1. Ótimo texto!

    No meu blog eu falo de ciência, ficção científica, geografia, astronomia e recebo comentários de mau gosto de gente que acha um absurdo mulher escrever esse tipo de coisa. Infelizmente, eles se proliferam. Exatamente o que está escrito acima, as pessoas acham que adotam super poderes apenas porque estão estão na frente de um computador e acham que a ausência de identidade pode protegê-las de suas infâmias. Complicado. 🙁

    Responder

    • Leio o Blog Momentum Saga, e posso dizer que a Sybilla é uma ótima escritora no nicho dela, acho que algumas pessoas se revelam “trolls” pela inveja de nao conseguirem se estabelecer com resultados na internet…

      Responder

  2. Concordo. Todos acham que, por estar em um mundo online, onde ‘ninguém o vê’, pode sair falando qualquer coisa sem sofrer consequências. É ruim e tudo culpa da educação, na minha opinião. Mas, a educação que vem dos berços, como você disse.

    O que mais tem neste mundo é gente querendo aparecer. Isso é uma forma deles conseguirem esse objetivo. Só que vão aparecer de um forma fácil e medíocre.

    E outra: pessoas que fazem isso não tem caráter. Belo Texto.

    Abraços, Felipe Silva.

    Responder

  3. Cara esses dias fiz um trabalho escolar, sobre o assunto e esse tema está muitos lugares, com crescimento no aceso a internet cada vez será maior o número de idiotices ainda aqueles que não tão valor a seu trabalho na web sei muito bem como é isso! mais devemos fazer isso não para eles e sim para aqueles como nós tem uma mente mais aberta.

    Responder

  4. Eu não tenho paciência com pessoas assim. Quando algum sem graça desses fala bobeira no meu blog, simplesmente vou lá e bloqueio o IP e o email dele no Disqus! Prefiro fazer do que ficar rendendo discussões sem sentido. Inclusive já fiz isso no Facebook!

    Responder

  5. Uma questão sobre “idiotas” é: pq tantos idiotas fazem sucesso na Internet?

    A comunidade do Youtube brasileiro, por exemplo, é MUITO diferente da comunidade do Youtube de outros países.

    Enquanto nos EUA, por exemplos, os youtubers tops são caras como Nigahiga e Sxephil, que fazem conteudo de qualidade, criativos e sem apelação, aqui no Brasil os tops são figuras como Felipe Neto e PC Siqueira que, além de não falaram nada que preste sobre nenhum assunto relevante, eles ainda enfiam 8 palavrões e xingamentos a cada 10 palavras (e o pior é que em quase todos vídeos é possível ver eles xingando a propria audiencia).

    Aqui o quem faz sucesso são exatamente os idiotas.

    É um caso pra ser estudado, sério.

    Eu acho que a questão é que brasileiro não apenas tende a ser idiota como também gosta de ver outros idiotas fazendo idiotisses.

    Responder

    • Concordo contigo sobre o Felipe Neto e o PC. Eu admiro o trabalho dos caras, pois às vezes eles fazem ótimos comentários a respeito de diversos assuntos. No entanto eu acho muito ridículo a postura deles em relação aos xingamentos. O PC por exemplo não consegue ficar 1min sem dizer c@#alho.

      Responder

  6. A propósito do tema, vocês já observaram os links que mais fazem sucesso nos agregadores de “conteúdo”, tais como o Ocioso, Atoananet e Ueba? É impressionante. Os que são mais visitados são justamente os que têm mais porcaria e IDIOTICES. Esses sites deviam ser rotulados de forma diferente porque de “conteúdo” eles têm muito pouca coisa. São agregadores de baixaria, mesmo.

    Responder

  7. Marcus, tempos atrás, bastante tempo, contam os mais velhos:
    os telefones não tinham identificador de chamadas, então muita gente sofria com os “trotes” que faziam para suas casas.
    Pois é, atualmente, é na Internet.
    Idiotas, vagabundos, chatos (homens e mulheres)sempre existiram…
    Cabe a nós blogueiros MODERAR comentários SEMPRE!
    Assim evita o blá, blá, blá de todos comentando sobre a besteira dita.
    Sigo muitos blogs e já vi alguns fechando, saindo ofendidos com essas brincadeiras de mau gosto (uma pena eram pessoas bacanas).
    Li aí em cima o Southern falando sobre o DISQUS que bloqueia IP, email etc, não conheço. Você poderia comentar sobre? Obrigada. Até.

    Responder

  8. Marcus Lemos,

    Concordo plenamente com o seu ponto de vista. Essas pessoas são no mínimo ignorantes e se acham sabedoras da verdade. A verdade que elas conhecem, Homofóbicas e ireal para o resto da população. Mas também acho que isto que está acontecendo faz parte da educação sem qualidade que existe no pais.

    Joao Lucena

    Responder

  9. Tem razao Marcos, eu antigamente deixava os meus comentarios serem aprovados automaticamente, mas devido ao crescimento do meu blog e tendo que ler muitos comentarios ofenssivos de idiotas que discordam disso ou daquilo que eu posto, eu resolvi moderar, seguindo conselhos seus…
    O blog é meu e eu só falo de humor, videos e tals, mas isso nao dá o direito de ninguem ficar me xingando por descordar de mim!!!
    abraços Marcos, otimo post, como sempre!

    Responder

  10. Você tem toda a razão, eu não consigo compreender mesmo o que anda acontecendo. Acho que na internet está ficando mais latente o que já temos na rua mesmo. Lamentável!

    Abraços,

    Letícia

    Responder

  11. Não vejo como os outros esse fenômeno, alguns dizem que no passado era do mesmo jeito, errado não era assim era bem menos o que ocorreu foi um aumento da população assim como a banalização e aceitação como normal de distúrbios de personalidade, eu não duvidaria que daqui uns anos o mundo esteja igual ao filme Idiocracy, já que a tendência da sociedade atual e privilegiar e pontecializar indivíduos idiotas e babacas por natureza.

    Responder

    • Sempre gostei de ler comentários e comentar em blogs, fundamentando. Há algum tempo deixei este hábito. A inclusão digital, que poderia se tornar benéfica, sendo a internet um excelente modo de se progredir culturalmente, tornou-se um tormento. Na maioria das vezes, os analfabetos funcionais não entendem o texto e interpretam-no completamente fora do contexto, emitindo comentários (aqui para nós) “sem comentários”. O mundo futuro, mostrado com certo exagero no filme Idiocracy, em muitos casos, parece já ser presente.

      Responder

  12. Sabe que me faço essa pergunta praticamente todo dia?! Ta ficando impossível conviver pacificamente na internet; até quando a gente faz alguma brincadeira e nêgo não entende já vem com sangue nos zóio, rs! E por falar nisso essa é outra coisa que anda me deixando pasma… o que aconteceu com essa geração da interet que não entende sarcasmo ou ironia? A escola agora parece que só serve pros jovens procurarem parceiros sexuais ou competir entre eles quem tem o melhor celular, amelhor roupa, etc… porque pra ensinar alguma coisa ta devendo e muito. Esse povo parece louco, leva tudo à sério, não entende nem piada e já vai ameaçando os outros de morte! To achando bem cansativo “conviver” com essa mundiça ultimamente, já to no limite da paciência e até parei mais de interajir em redes socias e blogs justamente pra evitar esse tipo de mal-entendido. O mundo parece que ta é regredindo no que diz respeito às relações humanas. Ao contrário do que eu esperava parece que a minha geração – tenho 30 – é bem mais tolerante com as diferenças do que essa galerinha de hoje em dia.

    ps: texto perfeito, parabéns!

    Responder

  13. Estou na causa e vou publicar minha opinião citando esse seu artigo Marcos. Vou falar sobre as difamações no meio sertanejo e a cara de pau de alguns até famosos de falar mau de outros. Nem vou dizer que, mas começa co “R” e termina com “Bastos”. hehehe

    Responder

  14. Também não entendo Marcos… É muito triste mesmo ver pessoas assim, que acham que podem usar a internet para ofender os outros.
    Um dos meus blogs preferidos chegou até a sair do ar por causa desses idiotas espalhados pela web. Fiquei completamente chocada: a situação saiu de controle! Resolvi até fazer um post sobre isso no meu blog.

    Você, blogueiro, tuiteiro, orkuteiro.. enfim, você que usa a internet, pense muito bem antes de publicar qualquer coisa nela. E lembre – se, ética em primeiro lugar!

    Responder

  15. Marcos,

    Infelizmente ainda existe pessoas assim, mas veja que quem mais critica são aquelas que não tem capacidade nenhuma de desenvolver um bom conteúdo e ser relevante para as pessoas. Acredito que enquanto houver pessoas com qualidade e competência para desenvolver bons conteúdos e tornar-se referencia, existirá os “coitados” que os perseguirão.

    Responder

  16. Marcos,

    Experimente construir um site cristão sério e você verá quantos ateus, liberais, feministas, militantes homossexuais, socialistas, espíritas, abortistas e todo tipo de gente anti-cristã aparecerá por lá perseguindo, ofendendo e promovendo preconceitos contra Deus, contra a Escritura, contra a Igreja Cristã e contra os cristãos em geral.

    É lamentável, mas é a realidade.

    Responder

  17. ÓTIMO ARTIGO!
    Admiro a coragem que teve em “fugir” um pouco ao tema do seu metablog e efetuar uma espécie de sermão/apelo a todas as comunidades online para uma realidade dura, mas que não dá mais para evitar.

    É que realmente há pessoas, que estão 100% confiantes de que o anonimato realmente existe, mas na verdade não é bem assim, felizmente!

    Mais uma vez parabéns pelo ótimo artigo e continuação de boa semana para você!

    Responder

  18. Creio que hoje o maior desafio é divulgar ideias com qualidade. Seja de forma pública, privada, online e etc. Ideias todos nós temos, entretanto nem todas são úteis para se colocar em público. A grande questão hoje é que está se proliferando muitos blogs, sites e todo tipo de redes sociais nocivos as boas ideias. Isso gera um conflito intelectual, racial, cultural e moral.

    Desta forma permanecemos reféns de pessoas como estas e lutamos para que nossas ideias façam um mundo melhor ou pelo menos uma blogosfera mais justa e equilibrada.

    Responder

  19. Usar a internet pra expressar preconceito (sejam estes quais forem) é covardia.
    Acho que todos que usam a internet (os que têm um site de conteúdo pessoal) têm como objetivo ser quem realmente são, ou… Pra que e porque então?
    Eu tenho um blog, busco muitas informações para melhora-lo aqui, apesar de nele está impresso minha marca, minha identidade, ainda assim não me vejo no direito de ofender ninguém, e ainda que minhas opiniões se divirjam de outras, sei ser educada com a minha posição.
    Acho estupido se esconder por trás de uma maquina.
    O uso de uma maquina neste mundo cada dia mais tecnológico não pode privar nossa racionalidade, se assim for, seremos nos a sermos o objeto de uso e logo de desuso.
    Amigo, com o sem internet as pessoas idiotas existem, embora seja cruel ter que suporta-las, o melhor remédio ainda é ignora-las.

    Responder

  20. Caro Marcos,falta de informação,talvez,responsabilidade,alguns acham a Internet uma espécie de “terra de ninguém”,ou pior um divã coletivo onde podem despejar suas raivas ou angústias.
    Uma coisa,porém,é certa:quem é mau caráter na Internet é porque sempre foi mau caráter.
    Canalhas costumam melhorar com o passar do tempo;ficam mais canalhas ainda.
    Abraços

    Responder

  21. Marcos, o tema do seu póster está ÓTIMO! No início achei meio ofensivo, mas quando li o conteúdo, ADOREI! Realmente as pessoas falam o que bem querem, porque acham mesmo que estando ao lado de um pc podem falar tudo! Machucam muito as pessoas. Fiquei triste em dos dos seus comentário neste póster, em saber que muitos criticaram a doença do ex-presidente LULA! Poxa, o LULA foi e continua a ser um SÍMBOLO, EXEMPLO de vida! Um dos melhores presidentes, ou o MELHOR da nossa ATUALIDADE!

    Parabéns mais uma vez!

    Responder

  22. A minha raiva é ter de conviver com idiotas que se acham melhores que os outros. o nome dessa atitude se chama preconceito e é coisa de idiotas, de burros, de babacas. Desculpe-me se o meu comentário foi ofensivo, mas eu não gosto dessa raça vulgar e não vou definitivamente com a cara deles. Usar internet para expressar preconceito não é somente covardia, é uma violação aos direitos humanos. Desse grupinho de pessoas estúpidas eu estou fora, camarada, pois eles são uma má influência para as outras pessoas

    Responder

  23. Achei legal ver as pessoas que acompanho, seja os blogs ou Twitters comentando essa questão.
    Para mim o pior de tudo, é que, essa gente acaba nos afetando, causando indignação, desanimo e muita frustração, pois mesmo o texto do Marcos Lemos seja excelente, não há no momento nada que possamos efetivamente fazer contra isso.

    Responder

  24. Marcos parabéns pelo texto, há muito tempo gostaria de falar a mesma coisa, e nesse artigo você disse tudo que realmente acontece no mundo virtual. Eu fico horrorizada quando vejo comentários maldosos em certos sites da internet, principalmente grandes portais. É tanta baixaria e falta de respeito que as vezes prefiro nem ler comentários. No caso do Lula foi o mais grave, muitas pessoas tomaram atitudes horríveis. Onde o mundo vai parar com tanta falta de respeito pelo semelhante? As pessoas não sabem o que é liberdade de expressão.

    Responder

  25. Volto aqui para contar minha decpção quando nos grupos de blogueiros que participo, expus meu cansaço de tanta idiotices que levam até mesmo a gente pensar em desistir. Como você mesmo disse, como blogueiros, além de ter que nos manter informados, ainda temos de ficar expostos a esse tipo de gente.
    Para meu expanto, ao invés de encontrar pessoas com mesmo pensamento, li comentários que sugeriram que era um problema pessoal. Só faltaram dizer que era TPM.
    Pois taí, o Marcos Lemos falando do mesmo assunto. Só não expôs seus sentimentos.

    Responder

  26. Tenho outra maneira de pensar mais lógica. Acho que se você faz bem seu conteúdo sua tendência e ter bons comentários. As pessoas não estão na internet só para ler e colocar porcarias no comentários. Se alguns fazem isso estão perdendo seu tempo. Eu confio no meu blog e portanto não tenho receio de nenhum comentário, se apareceu algo de errado é so apagar e ponto final. Vamos ser realistas. Abraço aos amigos todos. Rafael do Futebol Extensivo.

    Responder

  27. Eu penso que a internet atingiu dimensões que muitas pessoas simplesmente não conseguem acompanhar. Ficam para trás e acabam fazendo um uso imaturo e inadequado da rede. Sejamos francos, por mais que saibamos que regras de conduta também se aplicam na internet, na prática, aqui é uma terra sem lei. A distância física deixa tudo muito fácil.
    Eu fico inconformada com o desrespeito que se prolifera feito uma praga pelas redes sociais. As pessoas não têm limites. Acho que falta alguma forma de controle que seja efetiva, e não só mais uma lei muita bonita no papel. Acredito que falta uma movimentação que leve as pessoas a denunciarem crimes virtuais. Eu mesma procurei auxílio num episódio muito infeliz no Facebook, em que choveram comentários racistas, homofóbicos, difamadores… contei uns quatro crimes só ali. De todos os absurdos que vi na internet, aquele foi um dos mais vergonhosos. Fiz uma denúncia extensa e mandei para um órgão responsável, via e-mail. Não obtive retorno. Procurei mais informações e me disseram que eu precisava levar a denúncia a uma delegacia especilizada em crimes virtuais, lá no fim do mundo. Sorte que sou de SP e tenho como chegar, mas e quem mora em outros estados e não dispõe de uma delegacia especializada? Pequei em não ter levado o processo a diante, isso é verdade. Ainda pretendo levar, mas falta motivação: não conheço nenhum caso que tenha sido solucionado, e as penas, aplicadas. Cabe recurso, mas ninguém recorre porque não acredita que surta resultado.

    Responder

  28. Exatamente, isso que tenho encontrado na internet alguns dias desses (obvio que eu já sabia que existia gente assim). Uns dos casos mais recentes que aconteceu comigo foi que fiz um comentário no Youtube sobre uns vídeos em que aparece as ruas dos EUA e eu fui dizer mais ou menos o seguinte no comentário: “Vale lembrar que o Brasil só tem 512 anos.” Enfim escrevi mais ou menos isso, no outro dia eu fui ver minha caixa de entrada do Youtube e tinha uma resposta mais ou menos assim: “E daí que o Brasil tem 512 anos, os EUA foi fundado anos depois, seu animal.” quando eu li isso eu fiquei estarrecido, eu pensei: “Como uma pessoa me ofende desse jeito? que mal fiz a ela?” realmente as pessoas se sentem a dona do mundo quando estão de trás de um pc. Ontem mesmo eu encontrei outro ignorante desse naipe. A internet tem que ter leis severas contras esses difamadores, preconceituosos, intolerantes. Aprendi com minha mãe a ignorar gente assim (é difícil), pois eles são infelizes (só pode), preconceituosos, são pessoas dignas de penas e em todos os sentidos. Ao mesmo tempo eu apoio um certo ditado que diz o seguinte: “Temos que ser tolerantes com a tolerância, e intolerantes com os intolerantes.” Pessoas como essa que foi condenada por insultar os nordestinos eu vejo muito na rede, são doentes achando que a doença é os outros, e na internet os preconceituosos se soltam. O maior tipo de preconceito que podemos ver são contra os religiosos principalmente os cristãos. Cheguei a conclusão de que respeitar as pessoas não depende de educação e sim de caráter.

    Responder

  29. O fato de haver tantos idiotas na web se dá por causa da grande expansão da internet em nosso país. Idiotas o Brasil sempre teve, é que agora eles tomaram conhecimento de que existe o mundo virtual. O que eu acho lamentável é que em muitos casos esses idiotas não são apenas marmanjos que não completaram a escola, são pessoas formadas e graduadas. Realmente uma pena. Mas isso serve para comprovar que é apenas uma pequena parte de pessoas na net que produzem conteúdo de qualidade, o resto é apenas lixo.

    Responder

  30. Marcos, escrevi um texto que seria um transversal a este, ou seja, atravessa quando fala de certos comportamentos dos indivíduos:
    ” A vida psíquica é uma adaptação da fantasia (realidade interna) com o principio da realidade(externa), se esta estiver sofrendo de algum transtorno, pequeno que seja, o organismo logo entra em defesa a favor deste equilíbrio, assim, há um desenvolvimento de uma série de mecanismos; um deles é colocar para dentro tudo de bom e ao mesmo tempo colocar nos outros tudo de ruim ou ao contrário, conteúdos bons são projetados no outro para mantê-los a salvo dos sentimentos ruins. Lembrando que este movimento de projetar e introjetar aumenta e varia muito mais nas situações de maior ansiedade.” É a complexidade dos complexos, bem, apenas falta amadurecimento emocional, mas nunca é tarde para tentarmos crescer e assim excluir a ignorância moral, emocional e social de dentro de nós mesmos,podendo assim construir um mundo real e virtual bem melhor do que estamos presenciando. http://lizamaatelier.blogspot.com.br/2012/04/voce-usa-rotulos.html

    Responder

  31. Esse é um problema que só tende a piorar. Nada vai deter os idiotas… eles são em maior número! O que nos resta é tentar achar um lugar onde a troca de ideias seja o foco e não a troca de insultos. Odeio gente que culpa o governo por tudo (partidarismo) por exemplo. Tem até uma capa falsa de Veja (se bem que a Veja é TODA falsa) com o Lula – e milhares de pessoas compatilham no facebook pensando ser verdade. Não pesquisam, não questionam… estupidez primária. Estou cansando disso tudo.

    Responder

  32. Perfeito! as pessoas na teoria parecem politicamente corretas.. e na prática, quem faz protestos, ou quem argumenta com fontes seguras? A internet, inclusive o facebook está sendo um espaço de desabafo…. e o pior que as pessoas não estão medindo consequências…

    Responder

  33. É mesmo um absurdo o que determinadas pessoas escrevem ou publicam na internet de uma forma em geral, imagens impróprias, comentários absurdos… é mesmo muita IDIOTICE, o cidadão em vez de aproveitar as utilidades da internet para fazer o bem, prefere utilizar para fazer o mal, felizmente é a minoria que faz isto, ou não? porque o dia em que for a maioria a fazer idiotices na internet, teremos que voltar aos tempos de antigamente e deixar de utilizar a internet se não quisermos nos chatear à toa.

    Responder

  34. infelizmente Marcos, temos que lidar com isso dentro e fora da net. Não podemos é perder a esperança de que um dia isso minimize ao máximo ou suma de vez do mapa.

    Responder

  35. As redes sociais deveria servir para unir pessoas e não dividi-lss. Os comentários nas redes estão se tornando a cada dia, mais ofensivos e preconceituosos e isso é um imenso perigo para a paz e a democracia. É preciso medidas urgentes para deter estas ofensas a homossexuais e nordestinos pois estamos caminhando de volta para a idade média onde tudo era olho por olho e dente por dente.

    Responder

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.