Não crie um Blog se não tem o que dizer!

Siga o Ferramentas Blog: Canal no Youtube | Facebook | Twitter | Google+
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Há quem defenda que a internet seja um direito humano universal, uma ampliação ao direito de informação e educação. O problema é que estamos num momento em que todos querem estar online, só não sabem para quê. Ter blog nem é uma moda mais (ao menos acho que não mais) e o Facebook e o Twitter deveriam sanar essa vontade de ter algo pra dizer, mesmo sem dizer nada. Por que as pessoas insistem em ter um blog se não têm nada pra dizer?

O sujeito ainda entra em contato pedindo sugestão de conteúdo para o Blog que acabou de criar, inclusive dizendo que sempre lê o meu blog. Quando acesso o link dele, encontro um único post copiado descaradamente do MEU blog. O pior é que o sujeito copiou justo um artigo que falo de minha Política para Conteúdo e que proíbo explicitamente a cópia do que produzo e publico.

A pergunta que não quer calar:

Pra que criar um Blog?

Veja bem: todos podem criar um blog e as ferramentas para isso estão disponíveis na internet e acessíveis para todos de forma gratuita e muito simples. Nem é preciso ser um gênio para isso. Mas se você não tem o que dizer, não sabe o que quer dizer com o Blog e não tem um assunto para publicar… então, para que criou um Blog?

Quem dera se aqueles que não sabem português fossem o nosso maior problema. Ao menos têm o que dizer, mesmo que escrevam “errado” (Não crie um blog se você não sabe português). O mal que aflige a blogosfera e as redes sociais é que tudo está lotado, cheio de gente que não tem o que dizer ou não sabe como fazê-lo direito.

E o pior é que ainda avisei à galera para não começar novos blogs se já têm algum, pois fatalmente irão fracassar. Naquele post (que recomendo que você LEIA), fiz quatro perguntas “existenciais”, indispensáveis para a sobrevivência de qualquer blog: Não comece um novo Blog… vai fracassar!. As questões valem até para quem ainda não criou nada.

E para quem tiver dificuldades para responder às 4 perguntas, dou uma ajudinha num outro post: Não continue com seu Blog sem responder isso…

A verdade é que todos se sentem na obrigação (ou no direito) de dizer algo. Falam por falar e no fim não dizem nada que valha a pena o esforço.

*Não sei qual o filme da imagem para dar os créditos. Se alguém souber, me avise!

Já pensou em ser um(a) Blogueiro(a) mais Profissional?

Está cansado(a) de ser um blogueiro mediano(a) e que não tem resultados com seu Blog, não ganha dinheiro e não recebe as visitas que gostaria?

Você chegou aqui procurando como aprofundar seus conhecimentos em Blog, como Ganhar Dinheiro com seu Blog, aplicar as melhores técnicas de SEO, divulgar seu Blog e fidelizar seu público alvo. E posso te ajudar com essas coisas e muito mais, elevando o nível de qualidade do seu projeto.

Desenvolvi um curso completo, totalmente online, cobrindo tudo o que é necessário para um Blog atingir seu potencial máximo, detalhe por detalhe, que vão te tornar um Blogueiro de Elite:
  • Técnicas de produção de conteúdo
  • Fidelização do Público alvo
  • Divulgação e Técnicas de SEO
  • Métodos e técnicas de Monetização
Acesse AGORA: https://blogueiro.pro e se torne um Blogueiro de Elite.

Esta é sua chance de ser mais profissional e ter um blog eficiente, completo e que pode ser sua fonte de renda permanente. Sou Blogueiro desde 2007 e condensei todo este conhecimento dentro do curso Blogueiro de Elite para entregar a você.

35 Comentários

  1. Não ter o que falar num blog significa ter preguiça de pensar.

    Todo mundo gosta e entende razoavelmente bem sobre alguma coisa. Nem que seja algo comum como futebol e novela. Por exemplo, todo dia, no trabalho, o cara conversa com os colegas sobre as últimas do futebol brasileiro.

    Qd chegar em casa, o cara pode organizar o que vc conversou hoje sobre o assunto e escrever um post. A notícia do dia foi que Tulio Maravilha e Paulo Nunes foram convocados pra Seleção? Pronto, escreve um post dando uma opinião sobre isso. Simples assim. Todo dia tem noticia sobre futebol. Se o cara gosta de futebol, então todo dia ele vai algo pra comentar. LOL.

    Não tem como não ter o que falar.

    Responder

    • André concordo com você, todos temos o que escrever! Uns menos outros mais! Acho até razoável ver um artigo em um site e ter a idéia de escrever sobre o mesmo assunto (DE FORMA DIFERENTE), mas copiar na íntegra é falta de respeito!

      Responder

  2. Marcos, o plágio é um assunto super complicado na web, todos os dias podemos ver milhares de artigos iguais, copiados de uma forma que não podemos saber quem foi que a escreveu primeiro.

    Responder

    • Um dia eu fui no Ocioso e cliquei no link de um artigo. Em baixo tava escrito: “Fonte” e o link para fonte. Aí fui para um outro blog, com o mesmo texto, claro. Nesse blog também tinha em baixo: “Fonte”… Daí eu cliquei e fui parar em outro site. Esse tinha um layout bem feito e não tava indicando outra fonte, portanto acho que o era de onde o texto realmente.

      Moral da historia: pessoal copia tanto, mas tanto, que, como vc disse, as vezes fica impossivel saber de onde um texto veio. LOL.

      Responder

      • Realmente André, as vezes fico sabendo de alguma noticia e busco saber mais detalhes, visito 10 sites, 8 com textos idênticos. A galera quer falar de algo, mesmo que esse algo ela nem domine, falar só pra constar que falou.

        Abraços, Jair Rebello

        Responder

  3. Se uma pessoa não tem o que falar num blog, é melhor calar-se e não copiar o conteúdo dos outros! A melhor solução é criar um blog de imagens… imagens valem mais do que mil palavras!

    Responder

      • Olá Jair Rebello! Eu concordo com você, muitas imagens possuem direitos autorais. Mas, existem diversos sites que hospedam imagens Creative commons; basta o utilizador citar o autor e/ou fonte e está tudo certo!

        Esta é uma boa solução para o pessoal que (não sabe) tem preguiça de escrever e só copia conteúdos de outros blogs! Acho que pelo menos os créditos eles darão?!

        Forte Abraço.

        Responder

    • Não, cara. Mesmo que vc coloque a fonte no final, vc ainda tá plagiando, vc ainda roubando propriedade intelectual, vc ainda está prejudicando e tirando vantagem de teve o trabalho de produzir o conteúdo.

      Inclusive, vc pode ser processado por isso. Colocar fonte não livra vc do crime de plágio.

      O máximo que vc pode fazer é copiar uma PEQUENA parte do texto de um outro site (tipo umas 3 ou 4 linhas) e depois colocar um link pro pessoal ler o resto do texto no site original.

      Se vc não produziu o conteúdo, vc não tem o direito de usar ele em seu site. Por acaso vc SBT passando novela que a Globo fez? É claro que não. O SBT pode dar todo o crédito do mundo, mas ele simplesmente não pode passar conteúdo de outra empresa em seu próprio canal.

      É a mesma coisa com artigos de blog. Não adianta colocar credito no final. Se vc copiou o texto de alguém, vc está, literalmente, roubando propriedade intelectual. Não adianta colocar créditos no final. Isso não muda nada. Se o autor original quiser ele te processa e vc pode até ir preso. E com toda razão do mundo.

      Responder

  4. Por que as pessoas abrem blogs mesmo sem terem o que dizer? Simples. Pelo mesmo motivo que uma criança fica sossegada até vêr outra criança comendo um doce. Aí ela subitamente sente “necessidade” de comer um doce também.

    Responder

  5. Uma coisa que eu nao suporto, são os blogs “Made Adsense”. Cheios de propaganda, sem conteúdo, sem quem leia…
    Ferramentas blog está de parabéns, só tenho uma sugestão, coloquem a caixa de comentários “antes” dos comentários, tem alguns posts deste site que tem muitos comentários e tem que rolar a página até comentar, acredito que alguns não comentam devido a este pequeno empeçilho. Fica a sugestão ai pra vcs.

    Abraços

    Responder

  6. Oi Pessoal do Ferramentas Blog, estava aqui lendo os comentários dos visitantes, achei até estranho o comentário do ANDRÉ que devemos escrever umas 3 ou 4 linhas e colocar o link do artigo original?

    A dúvida que tenho se isto procede? Eu não entendi esta colocação do ANDRÉ e gostaria quem pudesse me explicar para que eu possa entender melhor sobre o assunto, pode até ser ELE. E dei uma olhada rápida nas políticas do Ferramentas Blog e vou lê mais uma vez.

    Responder

    • Wagner em minha humilde visão, André quis falar sobre citação indireta, muito usado por estudantes de graduação e pós, como eu. Eu por exemplo, faço isso em alguns artigos, faço citações indiretas, ou seja, um trecho de uma publicação é utilizada, com outras palavras, mas citando a fonte da mesma.

      Abraços, Jair Rebello

      Responder

    • Wagner,
      Um coisa é citar um trecho, poucas linhas, de um outro autor e indicar a fonte, como um complemento ao que você escreve. É assim que fazemos textos de pesquisa acadêmica, por exemplo. Lemos um autor, citamos algumas linhas que confirmam nosso raciocínio para ilustrar o contexto, usando como referência.
      O que não pode é copiar tudo ou muita coisa de alguém e, só pq citou a fonte, achar q está tudo bem. Nunca use mais do que 4 ou 5 linhas de um outro texto, algo como 150 palavras.

      Responder

      • Citação procede também, apesar dela ser algo mais natural. Tipo, é algo que vc vai colocar dentro do texto pra servir de suporte pra alguma ideia ou argumento.

        Mas eu estava querendo falar de outra coisa. A questão é que existe um blog estrangeiro que faz exatamente o que eu tinha descrito ali em cima: http:// gonintendo .com/

        O dono desse blog normalmente não posta conteúdo próprio, pois o blog dele é basicamente um agregador de notícias e novidades sobre um determinado assunto (no caso, coisas relacionadas aos produtos da Nintendo).

        O blog é todo feito a partir de artigos e notícias de outros sites. No entanto, o cara não posta os artigos completos; o que ele é faz é postar 3 ou 4 linhas de cada artigo, e botar um link pra pessoa ir ler o resto no site oficial.

        Isso é, pra falar a verdade, é ótimo pra quem está sendo citado. Eu mesmo já tive um blog em inglês e sempre enviava meus artigos pro cara. Eu acabava recebendo mais visita que o que eu recebo hoje em dia de agregadores e o melhor: visitas de gente interessada, pois o site tem um assunto especifico.

        Além disso, esse é um dos maiores sites de games dos EUA e é reconhecido pela imprensa internacional e pelas próprias empresas de games, portanto acho que o que ele faz é permitido (até pq, os posts deles caem na categoria de citação também).

        Responder

      • Alias, uma ideia pro FB seria vc escrever um artigo sobre como fazer citação. A maioria das pessoas não sabe.

        Anos atras, qd eu comecei a minha primeira faculdade, numa das matérias a professora pediu pra fazer o resumo de um livro. E resumo de livro é aquela coisa: “Segundo a autora”, “de acordo com fulaninha”, “nas palavras da autora”, etc.

        Acredite, de 40 alunos eu fui o único que fiz isso. A professora ficou fula da vida e gastou as duas aulas seguintes explicando como se escreve um resumo e uma resenha. LOL.

        Por sinal, acho que não apenas citação, mas vc poderia começar uma série de post dando algumas dicas sobre como escrever bem. Existem diversos gêneros que podem usados por blogueiros, tipo artigo de opinião, notícia, resenhas… Acho que seria legal explicar mais ou menos como funciona cada um.

        Vc é formado em letras, poderia tirar vantagem disso e escrever coisas relacionadas ao tema pro FB.

        Responder

        • Oi André,

          Gostei do seu comentário, e me perdoa pela colocação errada quando eu disse em CITAÇÃO, na verdade o que queria dizer é simplesmente COMENTÁRIO. Não sei se é uma pergunta ou não, já vou respondendo: Não tenho formação em letras, sou apenas um leitor que quer aprender técnicas de como cria blog ou site. Sou um leigo nesta área e eu não sabia até este momento como aparecia as fotos dos visitante que fazem os comentários no FB. E sem querer visitei o seu blog, pois, não sabia que ficava escondido no nome do visitante que comenta. Gosto de jogos, pena que não tenho nem um PS2. Abraços e sucesso!

          Responder

  7. é bem por aí mesmo
    Pior que as vezes recebo algumas pérolas por email no meu site,uma vez um cara pediu pra criar um blog pra ele, achei estranho mas mesmo assim perguntei qual seria o assunto,ele mandou:ah qualquer um, eu queria fazer um blog pra ganhar dinheiro,

    começou bem huehehue

    Responder

  8. Obrigado pela resposta JAIR RABELLO e a você MARCOS LEMOS. Gostei da sua citação que você explica de nunca usar do que 4 ou 5 linhas de um texto original. Sei que você explica muito no Ferramentas Blog que para criar um blog, você tem que ter uma idéia original e não copiado como alguns fazem. Se não me engano eu vi um artigo seu falando do exemplo do Dicas Blogger, que a Juliana quase deixou de publicar os artigos por causa de plágio.
    Quero aprender mais sobre o assunto e vou pesquisar, para mim seria interessante que você (MARCOS LEMOS) pudesse citar os artigos. Pois, a cada artigo que estou lendo, penso se é necessário criar um blog ou não.

    Responder

  9. Texto muito pertinente. Dia destes perguntei a alguém porque não criava um blog sobre psicologia (esse alguém é psicóloga) ao que essa pessoa respondeu: “Pra quê? Já existem bons portais trazendo as últimas notícias da profissão. Há bons colunistas na internet. Além disso, não sei se teria a disciplina necessária para administrar um blog, com postages regulares e a devida atenção aos leitores”. Nesse momento vi que por melhor que alguém seja, e por mais que o que tenha para dizer seja relevante, não quer dizer que se deva criar um blog para isso.

    Responder

  10. Super concordo!
    Tem pessoas que além de copiar posts, imagens… ficam falando muitas coisas pessoais no meio de posts não pessoais!

    Adoro ler as matérias aqui e sempre dou RT!
    Bjs

    Responder

  11. Bom artigo Marcos, as pessoas devem entender que a opinião pessoal conta muito, escrever ou copiar artigos dos outros não compensa. Se querem citar tudo bem mas não copiem tudo dos outros. O google nem ninguém gosta,não concorda Marcos?

    Responder

  12. Olá Marcos, ótimo artigo!
    Com relação a um sujeito copiar seu conteúdo é algo que mostra que você esta trabalhando sério e é referencia para muitas pessoas, mas também é algo lamentável, pois mesmo depois de ler todos seus artigos uma pessoa fazer isto é no mínimo burrice!

    Um abraço e sucesso!

    Responder

  13. Sou da mesma opinião que você Marcos, acho que criar um blog pra plagiar descaradamente o que você teve trabalho de aprender, pesquisar apenas para dizer que tem conteúdo não funciona.
    Qualquer pessoa poderá ter seu blog, ninguém é proibido de ter um, mas que pelo menos tenha a decência de aprender mais sobre o assunto que será abordado. Se a pessoa gosta de aprender, tem paciência para pesquisar sobre o assunto que será abordado no blog, é válido criar um blog, agora para plagiar conteúdos ou até roubar ideias descaradamente não sou a favor. É melhor não ter blogs, porque acredito que isso prejudica a imagem da pessoa.

    Responder

  14. Parabens, li varios de seus posts e eles são de exelente qualidade.

    De fato um crescente aumento no numero de blogs e eles ou coipiam de outros blog’s ou escrevem besteira.

    Eu tenho um blog,mas acho que não lhe pediria conselhos, acho que você me classificaria como “mais um blog novo sem proposito”. De qualquer maneira, refletindo rápidamente sobre essa questão de o que escrever, acredito que o blog poderia ser algo mais alem de utilidade publica, pode ser um lugar para se expresar opiniões e conceitos pessoais, isso pode ser bom, principalmente quando sua opinião é vista como estranha pelas pessoas a sua volta.

    Responder

  15. Pingback: Podemos copiar ideias de outros Blogs e Sites? | [ Ferramentas Blog ]

  16. Olá Marcos!

    Infelizmente a “preguiça” tem sido o ingrediente de muitos “blogueiros” desde o princípio. Não sabem eles que o tempo despendido na pesquisa vai ajudá-lo num futuro próximo, que vai fazer com que adquira conhecimento, credibilidade.

    Produzir a partir de suas próprias experiências é ser um verdadeiro blogueiro (problogger).

    Ótimo artigo!

    Abraços e muito mais sucesso prá você!

    Responder

  17. Pingback: O que se deve colocar em um blog - Parte 2 - Mundo dos Blogs

Deixe um comentário

Ao comentar você concorda com nossa Política de Comentários.